Etapa 2 Oeste Vilar Maior - Quinta Nova

Etapa 2 Oeste Vilar Maior - Quinta Nova
Locais onde pode inciar a etapa: Miuzela, Badamalos, Porto de Ovelha, Malhada Sorda, Jardo, Paraisal, Vale de Madeir, Cinco Vilas, Mangilde, Pinhel
Após atravessar Vilar Maior e Badamalos,alcançada a GRVC, o trilho segue junto à margem direita do Côa, ladeado por lameiros verdejantes, ponteados com grandes árvores. O traçado atravessa as Ribeiras da Nave e de Vilar Maior e, mais adiante, o rio Côa, através de um pontão pedonal. Aqui é possível aceder à aldeia de Porto de Ovelha, através de um desvio não marcado (570 m).

Siga o desvio BTT/Equestre da GRVC Porto de Ovelha/Jardo.
A GRVC prossegue por lameiros e antigas hortas até ao Sítio do Açude, onde é possível aceder à aldeia de Malhada Sorda, através de um desvio não marcado (2,9 km). O percurso pedestre sobe até à aldeia de Jardo, descendo depois à foz do rio Noemi, onde é possível observar um conjunto interessante de moinhos. Por campos, prados e bosques de sobreiro, o trilho continua pela margem esquerda do rio Côa, atravessa a linha férrea e segue até ao Porto de S. Miguel. Aqui, a GRVC cruza-se com a GR Aldeias Históricas (GR22). Existe um trilho alternativo, não marcado, até à aldeia histórica de Castelo Mendo (2,3km).
Até ao desvio para a aldeia de Castelo Bom existe um troço em estrada.
O traçado continua por zonas de mata e bosques, ora mais próximo do rio, ora subido a encosta para ultrapassar zonas mais escarpadas, até chegar ao pontão Manuel José, onde atravessa o rio Côa. Neste ponto existe um desvio não marcado de acesso à aldeia de Aldeia Nova (3,0 km) e um desvio Equestre, que evita zonas pedregosas da etapa (Desvio Equestre Aldeia Nova).

Já na margem direita do rio, a GRVC segue em direcção a Almeida, atravessando zonas de bosque, quintas e uma barragem. Ao chegar à EN340, a GRVC cruza-se com a GR Aldeias Históricas (GR22). Neste ponto é possível optar por seguir a GRVC pela rota Este, até Almeida, ou pela Rota Oeste, até Valverde.

O trilho Oeste atravessa a Ponte Grande, usando uma antiga calçada, e sobe por quintas e bosquetes até à aldeia de Valverde, usando caminhos agrícolas e passando por outra antiga ponte, a Ponte de Gaiteiros. Existe um trilho até à aldeia de Valverde, com acesso por desvio não marcado (514 m).
Por caminhos agrícolas e florestais, seguindo a Rib.ª de Gaiteiros, o trilho alcança a aldeia de Mangilde, acessível por desvio não marcado (500 m). Um pouco depois da aldeia, existe um desvio não marcado para visita a um fojo antigo, chamado Curral de Lobos.

A partir deste ponto, a GRVC usa caminhos agrícolas e de pé posto, descendo o Coscorinho até à Qta. De Maçaínhas. Aqui existe um desvio não marcado de acesso à aldeia de Vale de Madeira, e mais à frente, depois de atravessar a Rib. ª de Gaiteiros, existe outro de acesso à praia fluvial.

O trilho volta a travessar a Rib.ª de Gaiteiros, agora na sua foz com o rio Côa e sobe depois a encosta até ao lugar de Pesqueiro, sendo aí possível aqui aceder, por desvio não marcado, àcidade de Pinhel.

Finalmente, seguindo a Rib.ª do Judeu e contornando o Barrocal, a etapa termina na aldeia de Quinta Nova, por desvio não marcado (1,8 km).

Ficha Técnica

Ponto de partida: Vilar Maior
Ponto de chegada: Quinta Nova
Distância: 62,9 km
Altitude máxima: 791 m
Altitude mínima: 453 m
Subida acumulada: 1161 m
Descida acumulada: 1347 m
Altimetria
BTT 03

Dicas

Lista de serviços, alojamentos e contactos em Downloads.

Alertas

Interseção com a Grande Rota das Aldeias Históricas (GR22)
- Castelo Mendo
- Antes de Almeida
Nome *

Erro, introduza o seu nome!
Email *

Erro, introduza o seu endereço de email!

Estou interessado em (selecione uma ou mais categorias):
Erro, seleccione uma ou mais áreas de interesse!
Apelido *

Erro, introduza o seu apelido!
País *

Invalid Input
Data de Nascimento *

Erro, indique a sua data de nascimento!